•  
     

Baralho do demonio ?

olhem sites como esse
http://debatejovem.wordpress.com/2008/06/03/baralho/

oq ta escrito

“Quando vocês tomarem posse da terra … não imitem os costumes nojentos dos povos de lá. Não deixem que no meio do povo haja adivinhos ou pessoas que tiram a sorte; não tolerem os feiticeiros, nem quem faz despachos, nem os que invocam os mortos. Deus detesta os que praticam estas coisas nojentas.” (BLH). O verso 13 diz: “perfeito serás para o Senhor teu Deus”. Deus quer a nossa perfeição: “Sede perfeitos …!” (Mt 5.48).

“Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas me convêm; todas as coisas são lícitas, mas nem todas glorificam o nome de Deus”. (ICoríntios 10:23)

“Visto que amou a maldição, ela lhe sobrevenha; não desejou a bênção, ela se afasta de você”. ( Salmos 109:17)

“Não introduzirás uma coisa abominável em tua casa, para que não sejas amaldiçoado, semelhantemente a ela. De todo a detestarás, e de todo a abominarás, pois é amaldiçoada.” (Deuteronômio 7:26)

O nome baralho significa confusão, conflito, desordenar, embaralhar.

Existe certo mistério sobre a origem do baralho. Apesar de uma origem duvidosa o que sabemos ao certo é que no início de seu uso em tempos bem antigos era usado como forma de ocultismo, utilizada por adivinhos e magos. As afirmações bíblicas acima seriam suficientes para que um cristão não colocasse suas mãos em um baralho!

As cartas mais usadas são as do sistema francês e existem mais ou menos 20 maneiras de se jogar. Sua origem é muito antiga e vem do paganismo, da Coréia e da China. Nestes países o uso de cartas é exclusivo para adivinhações e horóscopos. Nos meados do século 14 este jogo apareceu na Europa. As cartas foram criadas em 1392 para o uso pessoal do rei Carlos, da França, visando minorar seus sofrimentos com a sua debilidade mental.
O criador das cartas (desenhos) era um homem degenerado e mau, escarnecedor de Deus e de seus mandamentos. Para a sua criação maligna escolheu as figuras bíblicas:
O Rei – representa o diabo; a Dama – Maria, mãe do Senhor Jesus. Assim, de modo blasfemo, fez de nosso Senhor Jesus um filho de Maria e Satanás. Copas e Ases representam – pela cor, o sangue de Jesus; Valete – o próprio Senhor Jesus; Paus e outros símbolos representam a perseguição e a destruição de todos os salvos (o jogo espanhol ressalta ainda mais estes símbolos) e a carta 10 foi o seu desprezo pelos dez mandamentos – dez a carta de menos valor!
Devemos saber ainda que nestes tempos toda a Europa era tomada pela superstição e o espírito satânico. Paris – a capital do império – era o centro satânico, onde florescia toda maldade e zombaria.



Quem conhece essa origem diabólica do baralho compreende também as conseqüências satânicas que acompanham este jogo. Não é de admirar que a adivinhação funcione tão bem com certas cartas, pois são sinais diabólicos.

Muitos que professam conhecer a verdade jogam e sempre dispõem de desculpas, acusando irmãos de praticarem coisas piores, mas a verdade é que eles não querem abandonar o vício e preferem ser iguais ao mundo. Muitos não-cristãos criticam e dizem não ver diferença entre os “crentes” e eles os que não temem a Deus. Podemos ver que o testemunho fala alto aqui. Enquanto deveríamos estar pregando a mensagem estamos sendo doutrinados nas trevas.

O verdadeiro crente possui outros recursos para se alegrar e se divertir. Não há necessidade de usar os meios propostos pelo maligno. O testemunho do salvo, até mesmo nos momentos de folguedo, a que comprovar o poder transformador do evangelho. Somos novas criaturas, geradas pelo precioso sangue de Cristo a produzir um novo estilo de vida e comportamento (Col. 3:1). Até mesmo no divertimento, o verdadeiro salvo é diferente dos pecadores sem Cristo. Buscamos não apenas uma alegria transitória, mas a verdadeira alegria de vidas santificadas pelo Espírito Santo. Vidas que glorificam ao Senhor diuturnamente. Paulo diz aos Colossenses (3.1) “se fostes ressuscitados juntamente com Cristo, buscai as coisas que são de cima …”. O baralho é de baixo, é satânico e pernicioso.

O divertimento do salvo, o verdadeiramente salvo por Jesus Cristo, é diferente do dos pecadores, sem Cristo. Buscamos não apenas uma alegria transitória, mas a verdadeira alegria de vidas santificadas pelo Espírito Santo. Vidas que glorificam ao Senhor diuturnamente! “O baralho é uma carta satânica para iludir e destruir” – não caia nessa!

Não vale apena trocar Jesus por 52 cartas de papel, Ele morreu por nós e só quer nos salvar e não nos privar de coisas boas. O sangue do Cordeiro vale mais do que um jogo e jogo do qual o dono só quer te destruir.

Sigamos o Senhor dessas doutrinas e não a doutrinas vazias de Igreja, amemos a Ele e assim esses maravilhosos preceitos da Igreja Adventista do Sétimo Dia serão cura a nossa alma e faremos por amor aquilo que nem imaginávamos fazer até mesmo abandonar.

Jesus deixou o céu e toda glória só para você deixar o mundo.
 
eu jogo baralho d+

na escola sou campeão de truco apartir de hoje não jogo mais

vo até joga meu baralho fora

vlw silvio !