•  
     

Ataque a bomba mata soldado da Otan no Afeganistão

Um soldado da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) morreu hoje em meio a um ataque a bomba no sul do Afeganistão, informou a aliança. A morte ocorre no momento em que os líderes da Otan se reúnem para decidir o destino das tropas no instável país.

Com essa baixa, chegou a 654 o número de soldados estrangeiros mortos no Afeganistão este ano, segundo balanço do site independente icasualties.org. As bombas colocadas à beira de estradas são uma estratégia adotada pelos insurgentes do Taleban, que querem a retirada total das forças estrangeiras do país.

Os líderes da Otan estão reunidos em Lisboa, a capital portuguesa, para determinar o futuro do envolvimento da aliança na guerra de nove anos no Afeganistão. O conflito se cada vez mais impopular, conforme aumenta o número de mortos. A aliança de 28 membros e outros países integram a força que atua no Afeganistão. A Otan deve concordar com um plano para transferir gradualmente poderes para a polícia, os militares e o governo do Afeganistão, a partir de julho do ano que vem.

As autoridades afegãs querem uma transição total até o fim de 2014. No entanto, membros da Otan e políticos advertem que as forças estrangeiras podem ainda estar encarregados de funções de segurança em 2015 e mesmo depois disso. As informações são da Dow Jones.

Fonte: www.estadao.com