•  
     

Artilharia do futebol

A revista não enlouqueceu, nem resolveu desbancar Pelé por causa da rivalidade com Diego Maradona (fora da lista). Mas adotou determinados critérios e deixou o Rei do Futebol na terceira colocação, com "míseros" 757 gols marcados (643 pelo Santos, 37 pelo Cosmos e 77 pela Seleção Brasileira), cerca de 500 a menos que Pelé conta (1281).

Romário, que pelas suas contas chegou a 1.000 gols em 2007 com a camisa do Vasco (1.006 no total), é colocado como maior goleador pela edição, mas com 768 tentos. Na segunda colocação está Josef Bican, um jogador da República Tcheca e que atuou entre 1928 e 1956, com 759, apenas dois a mais do que o Rei do Futebol.


Imagem

Artilheiros em atividades:

Jogador Gols
Túlio 538
Raúl 434
Aleksandar Duric 395
Thierry Henry 382
Andriy Shevchenko 381


Túlio Maravilha, que nesta semana assinou contrato com o Tanabi, clube da Quarta Divisão do Paulistão, e está na luta pelo gol 1.000 (já tem 985, segundo suas contas), aparece como o maior artilheiro em atividade. Na nona colocação geral, o jogador está com 538 gols na lista da "El Gráfico" (confira a lista dos cinco primeiros na tabela ao lado).

O espanhol Raúl está em segundo nesta lista, com 434 tentos, e Aleksandar Duric, da Bósnia Herzegovina fecha o top 3 com 395 gols.

O argentino Lionel Messi não aparece no ranking montado, que contou com a presença de 162 jogadores. O jogador do Barcelona está com 281 gols e no 186° lugar. Cristiano Ronaldo, com 297 tentos, está em 155°.


Fonte: Globo.com