•  
     

Alckmin diz que duplicação da Tamoios é prioritária

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), disse hoje, em visita a Vinhedo, na região de Campinas, que o projeto de duplicação da Rodovia dos Tamoios é "absolutamente prioritário" e que o governo vai acelerar os trabalhos para a realização da obra. "O projeto é de uma PPP (Parceria Público Privada). Espero que em questão de semanas os modelos de PPP e o equilíbrio financeiro da participação privada e do governo sejam aprovados. Eu vou inclusive participar dessas discussões para definição da Parceria Público Privada para aí lançar o edital", afirmou Alckmin, na cerimônia de abertura da 50ª Festa da Uva de Vinhedo.

"Tivemos duas reuniões na semana que passou para discutir a questão de Parceria Público Privada. São grandes investimentos, por isso não dá pra fazer por concessão, porque só investimento privado não viabiliza o equilíbrio econômico-financeiro." O governador não comentou sobre as declarações do secretário dos Transportes, Saulo de Castro Abreu Filho, que afirmou não haver recursos alocados no orçamento para a realização de obras como o prolongamento da Avenida Jacu-Pêssego, a duplicação da Tamoios e a construção da ponte Santos-Guarujá, mesmo após Alckmin ter negado ontem o congelamento das obras.

"As marginais da Jacu-Pêssego vão ser feitas. Nós esperamos agora no mês de fevereiro já estar com as obras iniciadas", disse o governador. O secretário havia explicado também ontem que as marginais vão sair, mas o prolongamento até a Avenida dos Estados ainda não. "Com relação à ponte Santos-Guarujá, ela ainda depende de aprovação ambiental para a gente poder ter definição do valor integral da obra, então vamos avançar com a questão da aprovação ambiental e análise do custo final da obra", afirmou o governador.

Fonte: Estadao