•  
     

Acemprol Via linux

Galera querendo jogar no servidor vou contribuir para ganhar o convite

como uso o sistema operacional LiNUX vou dar uma dica com o WINE











Índice

1. Introdução
2. Como o tutorial foi feito?
3. Instalando os drivers de vídeo
4. Instalando o Wine
5. Instalando o DirectX
6. Instalando o Steam
7. Rodando o Steam
8. Screenshots
9. Considerações finais

9.1 Agradecimentos
9.2 Fontes




1. Introdução

Não deixe de assistir o vídeo: Counter-Strike 1.6 no Linux pelo Wine. Divirta-se, é verdade!

http://www.youtube.com/watch?v=3jiPdYM7s_M

------------

Poucas softhouses lançam versões para o Linux de seus aplicativos e esse fato dificulta uma migração total do Windows para muitas pessoas. No futuro com uma base maior de usuários é possível que esse quadro melhore e o Linux ganhe o seu devido respeito tanto por parte dos grandes desenvolvedores de software como das fabricantes de hardware.

Enquanto isso não ocorre vamos ver como instalar o DirectX 9.0c no Linux através do Wine. Além do Steam, Half-Life, Counter-Strike, Fallout, Age of Empires entre outros dos milhares de jogos que usam essa API. =)

Este tutorial foi criado tanto para iniciantes, como para os usuários avançados. Tentei deixar todos os procedimentos o mais simples e explicados possível. Espero que ajude a comunidade: aqui vão os meus 2 centavos. ; )





Antes de começar, dicas muito importantes!

================================================== =======
================================================== =======
================================================== =======

Convenção : Todos os comandos precedidos por $ devem ser executados como usuário comum. Já os precedidos pelo símbolo # precisam ser executados como root (administrador).

================================================== =======
================================================== =======
================================================== =======

Estou com problemas! Não consigo instalar/rodar o jogo "XYZ"! E agora?

Acalme-se, 80% dos problemas tem solução.

Você pode:

1 - Abrir um novo tópico na sala Interfaces, aplicativos, multimídia e wine (clique aqui) ou responder a esse tópico. Facilite para o pessoal do fórum: quando postar sua dúvida informe:

* Qual versão do Wine você está utilizando. (Você pode obter essa informação pelo gerenciador de pacotes de sua distribuição ou digitando winecfg no terminal. Na janela que se abrir, vá na aba "About".)
* Qual a distribuição Linux você está utilizando. Arch, Slackware, Gentoo, Debian, Kurumin, Ubuntu ou outra...?

Copie a saída de erro do terminal. Qual é o erro que aparece quanto você tenta rodar o programa?

Com certeza teremos o maior prazer em tentar ajudar.

2 - Pesquise no Google. Na grande maioria das vezes o seu problema já foi resolvido ou já existem algumas dicas disponíveis.

Copie o seu erro e coloque no Google.


Quase 160 ocorrências para o erro! Talvez em alguma delas você encontre algo, não?


================================================== =======
================================================== =======
================================================== =======



2. Como o tutorial foi feito?

Máquina de testes

Todos os procedimentos e aplicativos foram testados na seguinte máquina:

CPU: AMD Athlon 64 X2 5000+ Dual-core CPU 65nm, @ 3.0GHz (5800+), stock cooling
Placa-mãe: Foxconn (VS) A6VMX, AMD 690V Chipset
Placa de vídeo: ATI Radeon X1200 (integrated), GPU @ 430MHz
Placa de som: Creative SoundBlaster Live! 5.1
Memória RAM: 1 x 2GB Markvision DDR2 800 (PC6400) at 428MHz, 5-5-5-18
Hard Drive(s): 80GB Samsung SP0802N ,40GB Seagate ST340015A ATA
CD/DVD Drive(s): LG GSA-H20N


Sistema operacional: Arch Linux x86-64
Kernel: 2.6.28-ARCH
Driver de vídeo: Catalyst 8.53
Desktop: KDEmod 3.5.10, GNOME 2.24 e Xfce 4.4.3
Versão do Wine: Wine 1.1.12


================================================== =======
================================================== =======
================================================== =======



3. Instalando os drivers de vídeo

Como iremos rodar gráficos pesados é estritamente necessária a instalação dos drivers da sua placa de vídeo.

OBS: Lembre-se que existem várias maneiras de se realizar um procedimento no Linux. Podem existir "X" formas diferentes de instalar o driver de vídeo no Ubuntu, por exemplo. Aqui está descrito apenas a maneira mais comum ou a que conheço. Nada impede que você instale os drivers de outro jeito.

-----------------------------------------------------------------------



> Placas de vídeo NVIDIA



==============================================

Arch Linux

Certifique-se de possuir o repositório extra habilitado.

Para placas novas:

Código:

# pacman -Sy nvidia



Para as séries GeForce 3 e 4

Código:

# pacman -Sy nvidia-96xx



OBS: Caso você tenha algum problema com as fontes do Wine, principalmente com o driver legacy, siga a dica do André0991 => Fontes desconfiguradas no Wine [Arch Linux]

http://linuxessential.wordpress.com/...-wine-no-arch/

-----------------------------------------------------------

Debian

Metódo simples, rápido e fácil: http://techpatterns.com/forums/about933.html
Metódo mais trabalhoso: http://wiki.debian.org/NvidiaGraphicsDrivers


-----------------------------------------------------------

Kurumin NG

Basta acessar os Ícones Mágicos e pedir para instalar o driver na seção "Hardware".

-----------------------------------------------------------

Ubuntu

O melhor meio de instalar o driver é pelo Envy.

No Ubuntu abra um terminal e digite:

Código:

$ sudo apt-get install envyng-gtk



ou no Kubuntu instale:

Código:

$ sudo apt-get install envyng-qt



Para versões mais antigas do Ubuntu acesse: http://www.albertomilone.com/nvidia_scripts1.html

Depois de instalado acesse o menu Aplicações -> Ferramentas do Sistema -> Envy para executar o programa.

-----------------------------------------------------------

Fedora

Instale com o comando:

Código:

# yum install --disablerepo=freshrpms kmod-nvidia





-----------------------------------------------------------

openSUSE

O meio mais simples é pelo "1-Click-Install", mais informações: http://en.opensuse.org/Nvidia#The_ea..._to_get_NVIDIA



-----------------------------------------------------------

Mandriva

Sucinto artigo do VOL por Ricardo Santiago: http://www.vivaolinux.com.br/dica/In...andriva-2008.1



-----------------------------------------------------------

Gentoo

Para modelos recentes:

Código:

# emerge nvidia-drives



Placas mais antigas (GeForce 3 e 4) adicione no /etc/portage/package.mask a seguinte linha:

Código:

>=x11-drivers/nvidia-drivers-97.00





-----------------------------------------------------------

Slackware

Ora, você é um Slack User! Não iremos entrar em muitos detalhes... =)

Vá ao site da NVIDIA (http://www.nvidia.com/Download/index.aspx?lang=en-us) selecione o modelo da sua placa de vídeo e baixe o driver. Depois é só executar:

Exemplo:

Código:

# sh NVIDIA-Linux-x86-173.14.12-pkg1.run



Somente lembrando é necessário ter instalado o gcc e o kernel source. Este último se encontra na pasta slackware/k/ do CD 1.



───────────────────────────────────────────────────
───────────────────────────────────────────────────
───────────────────────────────────────────────────





> Placas de vídeo da ATI



-----------------------------------------------------------
Arch Linux

É necessário ter o repositório extra habilitado.

Código:

# pacman -Sy catalyst





-----------------------------------------------------------

Debian

Use o sgfxi: http://techpatterns.com/forums/about933.html

Depois de instalado basta o comando "sgfxi" como root.



-----------------------------------------------------------

Kurumin NG

Basta acessar os Ícones Mágicos e pedir para instalar o driver na seção "Hardware".

-----------------------------------------------------------

Ubuntu

Assim como o driver da NVIDIA, o melhor meio de instalar é pelo Envy.

No Ubuntu abra um terminal e digite:


Código:

# sudo apt-get install envyng-gtk


ou no Kubuntu instale:

Código:

# sudo apt-get install envyng-qt



Depois de instalado acesse o menu Aplicações -> Ferramentas do Sistema -> Envy para executar o programa.


-----------------------------------------------------------

Fedora

Instale pelo gerenciador de pacotes da distro, o yum:

Código:

# yum install xorg-x11-drv-fglrx kmod-fglrx glx-utils





-----------------------------------------------------------

openSUSE

Baixe o “1-Click-Install” pelo link: http://opensuse-community.org/ati.ymp

Execute o comando:

Código:

# aticonfig –initial



Depois reinicie o X com Ctrl+Alt+Backspace



-----------------------------------------------------------

Mandriva


Baixe o driver da ATI aqui: https://a248.e.akamai.net/f/674/9206...x86.x86_64.run

Como root dê o comando em um terminal para entrar no modo texto:

Código:

# init 3



Já no modo texto, logue-se como root e execute o instalador:

Código:

# sh ati-driver-installer-8-8-x86.x86_64.run



Depois de instalado digite:

Código:

# aticonfig –initial




-----------------------------------------------------------

Gentoo

Baixe a última ebuild pelo emerge:

# emerge ati-drivers


-----------------------------------------------------------

Slackware

Artigo da Slackware Brasil: http://www.slackware-brasil.com.br/w...to.php?aid=117




───────────────────────────────────────────────────
───────────────────────────────────────────────────
───────────────────────────────────────────────────




4. Instalando o Wine


Segue aqui uma breve descrição sobre o Wine, retirada do antigo tutorial sobre CS 1.6 no Linux.


> Introdução: Wine, o programa


O Wine é um programa de código livre que tem como objetivo rodar programas desenvolvidos para o Windows em sistemas Unix. Ele não é um emulador, como o próprio nome diz (WINE Is Not an Emulator). Ele atua como um "tradutor" que transforma as funções do programa for Windows de uma forma que o Linux possa entender.

Um Wine bem configurado é uma ótima ferramenta podendo rodar programas como Photoshop, Dreamweaver, AutoCAD, MS Office e até, pasmem, o Internet Explorer...



───────────────────────────────────────────────────



> Método 1 – Instalando um pacote pré-compilado (mais fácil e rápido, recomendado para iniciantes)


-----------------------------------------------------------

Arch

Código:

# pacman -Sy wine




-----------------------------------------------------------

Debian

Abra um terminal como root e use o seguinte comando para adicionar a APT key do Wine:

Código:

# wget -q http://wine.budgetdedicated.com/apt/387EE263.gpg -O- | sudo apt-key add -



Agora adicione o repositório:

Código:

# wget http://wine.budgetdedicated.com/apt/sou ... /etch.list -O /etc/apt/sources.list.d/winehq.list



Finalizando...

Código:

# apt-get update



Código:

# apt-get install wine




-----------------------------------------------------------

Ubuntu

EDITADO: Pelo que andei vendo no Ubuntu Guide, os repositórios padrões das novas versões já possuem o pacote do Wine. Sendo assim basta instalar com o comando:

Código:

$ sudo apt-get install wine

Código:

msttcorefonts

Caso não surta efeito, siga os passos abaixo:

Metódo 1 - Modo gráfico

Pelo menu abra: System->Administration->Software Sources. Na janela que se abrir clique na aba Third Party Software e depois em Add.

Agora copie e cole uma das linhas abaixo de acordo com a versão:

Para o Ubuntu Intrepid (8.10):
deb http://wine.budgetdedicated.com/apt intrepid main #WineHQ - Ubuntu 8.10 "Intrepid Ibex"
Para o Ubuntu Hardy (8.04):
deb http://wine.budgetdedicated.com/apt hardy main #WineHQ - Ubuntu 8.04 "Hardy Heron"

Agora faça download da Scott Ritchie's key e salve no seu desktop ou na pasta de sua preferência.

Na janela do Software Sources que você abriu anteriormente clique na aba Authetication e depois em "Import Key File..." e selecione o arquivo que você acabou de baixar (Scott Ritchie.gpg).

Feche o Software Sources. Quando perguntado se você quer recarregar (atualizar) as informações sobre pacotes responda que sim. Agora é só ir no menu Applications->Add/Remove e procurar pelo Wine.

PS: Desculpe pelos nomes em inglês. Não possuo o Ubuntu instalado, portanto apenas traduzi as instruções do site do Wine.

===========

Metódo 2 - Pelo terminal

Basicamente são os mesmos procedimentos da instalação no Debian, mudando apenas o repositório.

Abra um terminal como root e use o seguinte comando para adicionar a APT key do Wine:

Código:

$ sudo wget -q http://wine.budgetdedicated.com/apt/387EE263.gpg -O- | sudo apt-key add -



Agora adicione o repositório do Wine :

Código:

$ sudo wget http://wine.budgetdedicated.com/apt/sou ... hardy.list -O /etc/apt/sources.list.d/winehq.list



Código:

$ sudo apt-get install wine

Código:

msttcorefonts

Versões anteriores

Acesse :http://wine.budgetdedicated.com/archive/index.html

Baixe o arquivo referente a versão do seu sistema e depois instale com um duplo-clique.


-----------------------------------------------------------

Fedora

Instale pelo gerenciador de pacotes do Fedora, o yum:

Código:

# yum install wine





-----------------------------------------------------------

openSUSE

Baixe o RPM da última versão do Wine: http://sourceforge.net/project/showf...ckage_id=79444

E instale com o comando:

Código:

# rpm -ivh nome_do_pacote.rpm




-----------------------------------------------------------

Mandriva

Faça o download da versão mais recente do Wine aqui: http://sourceforge.net/project/showf...ckage_id=80066

E instale o pacote baixado com o comando:

Código:

# rpm -ivh nome_do_pacote.rpm




-----------------------------------------------------------

Gentoo

Para instalar uma versão “estável”:

Código:

# emerge wine



Para usar uma versão mais nova:

Código:

# echo "app-emulation/wine" >> /etc/portage/package.keywords


Código:

# emerge wine



-----------------------------------------------------------

Slackware

O tgz mais recente está disponível aqui: http://sourceforge.net/project/showf...ackage_id=6301

Código:

# installpkg nome_do_pacote.tgz





───────────────────────────────────────────────────




> Método 2 – Compilando o código-fonte



O Wine é projeto open source, sendo assim, você é livre para baixar o código-fonte e compilar na sua máquina.

Este processo é ligeiramente mais complicado do que apenas pegar um pacote pronto, no entanto compilando você tem uma gama muito maior de opções sendo possível otimizar o programa especialmente para o seu processador.

1º passo

Baixe a última versão do source neste link:

http://sourceforge.net/project/showf...ckage_id=77449

Depois de terminar o download dê os seguintes comandos (estou colocando /home/user como exemplo, mas pode substituir pela pasta que você usou) :

Acesse o diretório do download:

Código:

$ cd /home/user


Descompacte o arquivo (substitua pelo nome do pacote que você baixou):
Código:

$ tar -vxjpf wine-1.1.3.tar.bz2



Acesse a nova pasta:

Código:

$ cd wine-1.1.3




Chegamos agora na parte mais importante da instalação. Iremos definir as opções de configuração e otimizações.



Primeiramente é necessário descobrir qual a CFLAG referente ao seu processador. O site do Gentoo-Wiki fornece uma lista excelente:

=> Para processadores Intel: http://en.gentoo-wiki.com/wiki/Safe_Cflags/Intel

=> Para processadores AMD: http://en.gentoo-wiki.com/wiki/Safe_Cflags/AMD

=> Para processadores da VIA: http://en.gentoo-wiki.com/wiki/Safe_Cflags/Via

O próximo comando então ficaria assim:

Código:

$ ./configure CFLAGS="coloque suas CFLAGS aqui!" CXXFLAGS="${CFLAGS}"



Não entendeu? Aqui vão alguns exemplos:

Em um computador usando AMD Sempron, o comando seria o seguinte:

Código:

$ ./configure CFLAGS="-march=athlon-xp -O2 -pipe -fomit-frame-pointer" CXXFLAGS="${CFLAGS}"



OBS: Qualquer dúvida com está parte da compilação, por favor, poste aqui no tópico!

───────────────────────────────────────────────────
───────────────────────────────────────────────────


Uma breve explicação sobre o que significa cada opção:

--enable-opengl : "Deprecated" (comando obsoleto, não é mais necessário)

CFLAGS= eCXXFLAGS=: Com essas opções você estará especificando para o seu compilador C (o GNU Compiler Collection na maioria dos casos) qual arquitetura e processador você está utilizando. Essas informações são extremamente importantes porque dizem exatamente ao GCC como customizar as instruções que são criadas a partir do código-fonte. Resumindo: o desempenho do Wine irá melhorar consideravelmente. =)


───────────────────────────────────────────────────
───────────────────────────────────────────────────


Terminado o processo do ./configure descrito acima, chegamos finalmente na compilação propriamente dita! Esse processo pode demorar muito dependendo do seu processador.

Em um Core 2 Duo a compilação do Wine levou cerca de 15 minutos. Já em um valente Pentium III foram gastos 2 horas e 20 minutos.

Execute os comandos e saia para tomar um cafézinho. =)

Código:

$ make depend



Código:

$ make



E por fim:

Código:

# make install



OBS: Se você usa Debian pode seguir as dicas do Hqxriven para compilação do Wine:

http://www.guiadohardware.net/comuni...t/4178960.html

OBS2: Como está explicado na dica acima do Hqxriven, você pode usar o comando "checkinstall" ao invés do "make install". Ele permite criar um pacote deb, rpm ou tgz a partir do código-fonte compilado. Assim fica mais fácil de desinstalar ou instalar novamente. Você também pode distribuir o seu pacote para outras pessoas.

Para criar um pacote .deb:
Código:

# checkinstall -D



Para criar um pacote .rpm:
Código:

# checkinstall -R



Para criar um pacote .tgz:
Código:

# checkinstall -S




───────────────────────────────────────────────────
───────────────────────────────────────────────────
───────────────────────────────────────────────────


5. Instalando o DirectX


> O que é DirectX?

O Microsoft DirectX é uma coleção de APIs (application programming interfaces) que cuida de tarefas relacionadas a multimídia, especificamente a programação de jogos e vídeos, em plataformas da MS.

> Preparando o terreno com o X-Wine

Iremos usar um dos melhores projetos da comunidade Linux do FGDH dos últimos tempos, o X-Wine, para possibilitar a instalação e emulação do DirectX. (Valeu Dan Jacques!) =)

O X-Wine trata-se de um aprimoramento das configuração do Wine que suporta as DLL's e extensões usadas pelo DirectX, fazendo com que seja possível rodar os milhares de jogos que usam essa API como Half-Life 2, Team Fortress, Portal...

Ah, não se preocupe, a instalação do X-Wine é muita rápida e simples.
Primeiramente, se você ainda não executou o winecfg, faça-o agora. Ele irá criar os diretórios do Wine dentro da sua Home. Em um terminal digite:

Código:

$ winecfg



Uma janela chamada “Wine Configuration” abrirá. Pode fecha-lá, não a usaremos por enquanto.

Agora faça o download do X-Wine em um dos mirrors abaixo. O arquivo é pequeno, não chega a 300KiB. =)

Servidor principal - Link direto

Mirror 1 - Megaupload

───────────────────────────────────────────────────────────────────────


O que esse pack do X-Wine contém?

* Arquivos de configuração do Wine com todas as DLL's usadas pelo DirectX devidamente registradas e configuradas. (O X-Wine propriamente dito)
* Fonte Tahoma, requerida pelo Steam
* Algumas DLLs para o funcionamento correto do DirectX (hospedadas em servidor FTP independente)


OBS: As DLLs usadas são a mscoree.dll (parte do Microsoft .NET Framework) e a streamci.dll. A EULA (End-User License Agreement) exige que você possua um cópia legal do Windows para poder utilizá-las.

Acesse a pasta onde você salvou o X-Wine (x-wine-directx9.tar.gz). Exemplo:

Código:

$ cd /home/gordon



Descompacte o pacote:

Código:

$ tar -zxvf x-wine-directx9.tar.gz



Dê permissão de execução para o instalador:

Código:

$ chmod +x ./install



E execute:

Código:

./install



Acabamos a instalação do X-Wine. Mas fácil impossível, não?



───────────────────────────────────────────────────

───────────────────────────────────────────────────




> Instalando o DirectX 9.0c

Primeiro, baixe o DirectX pelo próprio site da Microsoft:

DirectX 9.0c August 2008 – 80.3MB - http://www.microsoft.com/downloads/d...DisplayLang=en

-
A parte mais “difícil” já passou, agora iremos instalar o DirectX, Steam e tudo mais como se fosse no Windows. É só ir lendo as opções com calma e avançar. De qualquer forma, vamos seguir com o tutorial, coloquei algumas screenshots para nínguem ficar perdido. Dê uma olhada nelas, pode ser útil. =)

Continuando:

Acesse a pasta onde você salvou o DirectX do link acima. Exemplo:

Código:

$ cd /home/gordon



Execute o arquivo:

Código:

$ wine nome_do_instalador.exe



Abrirá um janela pedindo para que você indique onde os arquivos de instalação serão extraídos. Selecione uma pasta vazia qualquer e prossiga, como no screenshot abaixo.







Aguarde enquanto os arquivos são processados...





Quando terminar o procedimento acima, volte ao terminal e acesse a pasta na qual foram extraídos os arquivos do DirectX anteriormente. Exemplo:

Código:

$ cd /home/gordon/DXSETUP



Execute o instalador:

Código:

$ wine DXSETUP.EXE





Abrirá a tela de boas-vindas, selecione “I accept the agreement” e clique em “Next”.

OBS: A EULA (End-User License Agreement) imposta pela Microsoftexige que você possua um cópia válida do Windows para instalar o DirectX. Você pode rodar tudo normalmente mesmo sem ter uma licença, mas isso é considerado ilegal do mesmo modo que usar softwares piratas.






Clique em “Next” novamente.






Aguarde enquanto o Directx é instalado...






Instalação concluída, clique em “Finish”.




É isso aí, DirectX instalado! Vamos agora para o Steam...




───────────────────────────────────────────────────

───────────────────────────────────────────────────




6. Instalando o Steam


Faça o download do Steam pelo site oficial: http://storefront.steampowered.com/d...eamInstall.msi

Acesse a pasta onde o instalador foi salvo. Exemplo:

Código:

$ cd /home/gordon


Rode o programa com o comando:

Código:

$ msiexec /i SteamInstall.msi




Surgirá a tela de boas-vindas. Clique em “Next”.





Selecione “I accept the license agreement AND I am 13 years of age or older” e clique em “Next”.





Selecione o valor que mais se aproxima com o da sua conexão com a internet e prossiga.





Escolha o idioma preferido para usar no Steam e seus jogos. Eu costumo usar em inglês mesmo, mas se você preferir selecione “Portuguese” (de Portugal).






Defina em qual pasta o Steam será instalado. Pode deixar o caminho padrão e clicar em “Install”.






Espere enquanto o programa é instalado e depois clique em “Finish”.






Pronto, Steam instalado! Veremos agora como roda-lo e criar um atalho na área de trabalho para facilitar as coisas. =)



───────────────────────────────────────────────────
───────────────────────────────────────────────────
───────────────────────────────────────────────────



7. Rodando o Steam


Seguindo os moldes do antigo tutorial de como rodar o CS 1.6 no Linux, vamos criar ícones para rodar o Steam e seus jogos, assim não precisamos ficar chamando ele pelo terminal a todo momento. Existem várias formas de se fazer isso, irei exemplificar uma delas a seguir.

Abra um editor de texto qualquer e escreva o seguinte:

Citação:
#!/bin/bash

cd ~/.wine/drive_c/Program\ Files\Steam

WINEDEBUG=fixme-all wine Steam.exe


Salve o arquivo como “steam” (sem aspas).

Agora acesse a pasta onde você salvou o arquivo:

Código:

$ cd /pasta_onde_o_arquivo_foi_salvo



E autorize a execução:

Código:

$ chmod +x steam



Agora basta criar um atalho e no campo “Comando” indicar o caminho do arquivo “steam”. Por exemplo:

No GNOME, clique com o botão direito no painel >> Adicionar ao Painel... > Lançador de Aplicação Personalizada. Uma janela chamada “Criar Lançador” será aberta. Coloque o caminho do arquivo “steam” que você criou no editor de textos.



Pronto, está criado um ícone para iniciar o Steam.



-------------------------------------------


Vamos a outra situação: você já instalou os seus jogos e quer criar um ícone para executa-los diretamente, sem ir pelo Steam. O esquema é o mesmo. Somente vamos mudar algumas coisas no script.

Suponhamos que você queira executar o Half-Life 2. Abra um editor de texto e digite:

Citação:
#!/bin/bash

cd ~/.wine/drive_c/Program\ Files\Steam

WINEDEBUG=”fixme-all” wine Steam.exe –applaunch 220 –fullscreen



Você pode personalizar ainda mais o seu script com as seguintes opções:

--novid : Não executa o vídeo de abertura, o que reduz o tempo de carregamento.

--console : Aumenta a velocidade de inicialização, deixando de carregar o fundo 3D no menu principal.

--dxlevel : Obriga o jogo a usar uma versão especifica do DirectX para os shaders. Use –dxlevel 80 , por exemplo, para forçar um nível de hardware Directx 8.0. Isso pode reduzir a qualidade da imagem, mas melhora a performance. Exemplos de variaveis: --dxlevel 70, --dxlevel 80, --dxlevel 81, --dxlevel 90, --dxlevel 91

--refresh [Hz] : Especifica uma frequência de atualização do monitor para ser usada durante o jogo. Verifique o manual do seu monitor para ver quais as taxa suportadas.

--width [x] –height [y] : Utiliza a resolução determinada, como por exemplo, --width [1024] –height [768] ou --width [800] –height [600]

--threads : Por padrão a engine source pode usar até três núcleos do processador na execução dos jogos. Se você possui um Quad Core, a opção -threads 4 pode ser muito útil.

--heapsize [Kilobytes] : Esse comando diz para a engine Source quanto de RAM o jogo pode usar exclusivamente. Por padrão esse valor vem como 256MB. Cuidado, você não pode forçar o jogo a rodar totalmente na memória, não é isso o que esse comando faz.

-----------------------------------------------------------


Vamos para alguns exemplos? No editor de texto utilize para:

Rodar o Portal em fullscreen, resolução 1024x768, com um heapsize de 512MB

Citação:
#!/bin/bash#

cd ~/.wine/drive_c/Program\ Files\Steam

WINEDEBUG=”fixme-all” wine Steam.exe –applaunch 400 –fullscreen --width 1024 --height 768 –heapsize 524288



================================================== =======


Rodar o Half-Life 2 em fullscreen, resolução 800x600, hardware com suporte ao DirectX 8.0, sem vídeo de abertura e fundo 3D

Citação:
#!/bin/bash

cd ~/.wine/drive_c/Program\ Files\Steam

WINEDEBUG=”fixme-all” wine Steam.exe –applaunch 220 –fullscreen --width 800 –height 600 –dxlevel 80 –novid –console



================================================== =======


Rodar o Half-Life 2: Episode One em fullscreen, resolução 1280x960, heapsize de 1GB, usando um Quad Core

Citação:
#!/bin/bash

cd ~/.wine/drive_c/Program\ Files\Steam

WINEDEBUG=”fixme-all” wine Steam.exe –applaunch 380 –fullscreen --width 1280 –height 960 –heapsize 1024000 –threads 4



================================================== =======


Rodar o Counter-Strike: Codition Zero

Citação:
#!/bin/bash

cd ~/.wine/drive_c/Program\ Files\Steam

WINEDEBUG=”fixme-all” wine Steam.exe –applaunch 80


================================================== =======


OBS: Perceba que cada jogo possue um –aplaunch “código” diferente. Confira uma lista completa dos games e seus respectivos números aqui: http://developer.valvesoftware.com/w..._Applaunch_IDs


OBS2: A opção WINEDEBUG=”fixme-all” presente nos exemplos acima, faz com que o Wine não mostre as mensagens de erro começadas com “fixme:”. Isso melhora MUITO o desempenho dos jogos, principalmente o Half-Life 2, onde o FPS praticamente triplicou na máquina de testes.



================================================== =======
================================================== =======
================================================== =======



8. Screenshots


Esta é a seção de screenshots.

PS: Todos os screenshots foram tirados na máquina de testes descrita no ínicio do tutorial.
PS2: Os jogos estão em modo janela para mostrar que estão realmente rodando sobre Linux.


>> Steam <<


Steam sendo atualizado.






Tela de login do Steam.






Aba “My Games” no Steam.






Counter-Strike 1.6 sendo instalado.






================================================== =======
================================================== =======



>> Half-Life 2 <<



Menu principal do HL2.





Opções avançadas de vídeo no HL2.





Diversas screenshots do HL2, in-game. (Red Letter Day, Route Kanal, Follow Freeman, We Don't Go To Ravenholm, Sandtraps)








================================================== =======
================================================== =======




>> Half-Life 2: Episode One <<



Várias screenshots do HL2: Episode One, in-game.





================================================== ======
================================================== =======



>> Counter-Strike: Codition Zero <<



Menu principal do Codition Zero:




Screenshots do CS:CZ, in-game.




================================================== =======
================================================== =======




>> Counter-Strike 1.6 <<


Menu principal do CS 1.6




Opções de vídeo do CS 1.6




CS 1.6 in-game





Não deixe de assistir o vídeo: Counter-Strike 1.6 no Linux pelo Wine. Divirta-se, é verdade!

http://www.youtube.com/watch?v=3jiPdYM7s_M


================================================== =======
================================================== =======




>> Half-Life <<

Menu principal do Half-Life




Screenshots do HL, in-game.





================================================== =======
================================================== =======
================================================== =======


9. Considerações finais


================================================== =======
================================================== =======
================================================== ======
================================================== ======

9.1. Agradecimentos


- Eternamente grato a Dan Jacques, criador do X-Wine, pelo projeto e autorização para o seu uso no texto.
- Muito obrigado a você também por ler e prestigiar esse tutorial!


================================================== =======
================================================== =======


9.2. Fontes

Este tutorial foi de minha autoria, baseado em excelentes artigos existentes, dentre os quais destaco:

http://www.tweakguides.com/HL2_1.html
http://www.linux-gamers.net/modules/...ge=HOWTO+Steam
http://developer.valvesoftware.com/w...am_under_Linux
http://appdb.winehq.org/appview.php?versionId=1554
http://appdb.winehq.org/appview.php?iAppId=2095
http://appdb.winehq.org/objectManage...rsion&iId=9421


Dúvidas? Sugestões? Erros gramaticais? Por favor poste aqui no tópico! 

======================================
======================================





FONTES >>http://www.guiadohardware.net/comunidade/atualizado-linux/900737/


galera e se alguém me indicar um tópico que esteja falando do convite para acessar o servidor
porfavor

obrigado ;]
 
OBS: apenas para STEAM
 
Tuto no linux é complicado ¬¬
Eu ja tentei faze e não consegui
 
Parabens hugo__fernando !!!
Muito bom post!! bem explicada e funfa maravilah!
Continue assim!